18/12/2012

Cais em Y: a solução é o projeto original



O projeto original de revitalização da área portuária que desenvolvi com minha equipe do IPP(Instituto Pereira Passos), entre 2001 e 2003, e no qual o prefeito Eduardo Paes se baseou para o Porto Maravilha, já continha a solução para o conflito artificial gerado pelo chamado cais em Y que tem efeitos paisagísticos negativos. O programa Porto do Rio previa reforço da capacidade de recepção aos navios de cruzeiro com três novos piers. A grande diferença era que eles ficariam na altura dos armazéns 5 e 6 com o uso do 4 e 5 como receptivo de passageiros e a “desalfandegação” dos armazéns de 1 a 3 para uso da revitalização urbanística.

 Um dos grandes problemas que assombra a revitalização da área portuária, até hoje, desde aquela época é o papel negativo da Companhia Docas e, muito particularmente, da concessionária Píer Mauá. No primeiro caso uma estatal desde sempre hostil ao projeto e, no segundo, uma empresa particular parasitária e incompetente que presta um serviço de baixa qualidade embora altamente lucrativo. 

 A ideia “de jerico” de fazer o cais em Y junto ao armazém número 1 ocultando o projeto de Santiago Calatrava no Pier Mauá, é típico da mentalidade imediatista e gananciosa desses agentes do atraso na área portuária.

A rigor, pode-se até aproveitar a ideia do cais em Y, em vez dos três cais menores previstos. Simplesmente cabe coloca-la no armazém 5. Talvez seja necessário fazer uma dragagem suplementar. Nada demais.

A solução existe, vamos voltar a ela?

Vejam o vídeo da simulação que fizemos na época:

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário